23N | Quanto Vale a pesquisa em Educação? | ANPEd participa de mobilização em defesa da ciência com conferência nesta terça

A ANPEd, junto à SBPC e diversas entidades acadêmicas e científicas, fará parte da 3ª Jornada de Mobilização em Defesa da Ciência, na próxima terça-feira, 23 de novembro. A iniciativa conta com atos parlamentares, empresariais, manfiestação em frente ao prédio do Ministério da Economia e atividades online em torno do tema "Qual o valor da ciência?", em protesto aos cortes do governo federal que inviabilizam o setor no país. A Associação promoverá, a partir das 10h, uma conferência com Ângelo Souza (UFPR), vice-coordenador da Área de Educação junto à Capes, sobre "Qual o valor da pesquisa em Educação?", com mediação da presidente da ANPEd, Geovana Lunardi (UDESC). A transmissão acontece pelo Youtube e Facebook da ANPEd. 

 

 

Leia texto de Robert Verhine e Ângelo Souza, coordenadores de Área da Educação na Capes, sobre a crise na pós-graduação brasileira.

Sobre o 23 N

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) se une novamente a entidades acadêmicas e científicas para a 3ª Jornada de Mobilização em Defesa da Ciência, que será realizada no dia 23. Com atividades online e presenciais, a mobilização terá o mote “Qual o valor da ciência?”. A SBPC convida todas as Sociedades Afiliadas a realizarem atividades em torno dessa questão, como, por exemplo, aulas magnas mostrando o valor da sua área de atuação para a sociedade em geral.

O dia começará com um tuitaço às 10h com a hashtag #SOSCIÊNCIA. Em seguida, às 11h, será realizada uma manifestação presencial na porta do Ministério da Economia. Das 14h às 16h acontecerá o ato online “Quanto vale a Ciência?”, que contará com a participação de parlamentares e de representantes de entidades da área de CT&I. A transmissão será pelo canal da ANPG no YouTube.

Segundo Claudia Linhares Sales, secretária-geral da SBPC, essa nova mobilização se somará a uma série de atos e debates que tem acontecido desde o mês passado para sensibilizar o Congresso Nacional a liberar recursos para a ciência brasileira. O objetivo é reverter os cortes, bem como buscar a liberação dos recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), principal fonte de financiamento da pesquisa científica no país, e o reajuste das bolsas de estudo, que estão congeladas desde 2013.

A primeira Mobilização em Defesa da Ciência foi realizada pela SBPC em 15 de outubro e teve grande repercussão na imprensa e redes sociais. Durante o protesto as entidades realizaram um tuitaço e a mesa-redonda “Cortes no orçamento do MCTI: Qual a solução?”, que contou com a participação de representantes das principais entidades da comunidade científica e acadêmica e parlamentares e que atingiu os assuntos mais comentados da plataforma.

No mesmo dia, 18 Sociedades Afiliadas, além de sete Secretarias Regionais da SBPC e várias entidades parceiras realizaram 33 atividades que discutiram os cortes orçamentários e os obstáculos à CT&I no País.

No dia 26 de outubro foi a vez da 2ª Mobilização em Defesa da Ciência. O ato integrou uma série de ações organizadas pela Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG), com apoio da SBPC e entidades acadêmicas e científicas. O programa contou com um misto de atividades presenciais e virtuais que iniciou com um tuitaço pela manhã, com a hashtag #SOSCiência, que alcançou os assuntos mais comentados no Twitter.

Diante do cenário, a SBPC convida novamente seus sócios, sociedades afiliadas, Secretarias Regionais, entidades parceiras e toda a sociedade a participarem dessa iniciativa. Todas as ações que estiverem sendo organizadas serão divulgadas pela SBPC, por meio do Jornal da Ciência e suas redes sociais. Para isso, basta enviar as atividades para comunicacao@sbpcnet.org.br.

Veja a programação:

10h – Tuitaço;

11h – Manifestação na porta do Ministério da Economia;

14h-16h – Ato com as entidades, parlamentares, lideranças empresariais, etc..

Veja a programação das Sociedades Afiliadas:

(hora a definir) – Aula Magna da Sociedade Brasileira de Biociências Nucleares (SBBN) será proferida pela Prof. Maria Paula Curado, professora da pós-graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da PUC-Goiás.

9h- A Associação Brasileira de Linguística (Abralin) realiza o debate “Quanto custa fazer linguística?”, com a participação de Mailce Mota, Marcia Machado Vieira e Tiago Torrent. A transmissão será por este link.

10h - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd): conferência "Quanto vale a pesquisa em Educação?", com Ângelo Souza (UFPR), coordenação de Área da Educação na CAPES.

11h – A Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL) realiza debate com a participação de Germana Araújo Sales (UFPA, coordenadora de Área da Capes); Miguel Oliveira Júnior (UFAL, presidente da ABRALIN); Lívia de Freitas Reis Teixeira (UFF, superintendência de Relações Internacionais). A transmissão será pelo canal da entidade no YouTube.

16h – Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (Anpof) realiza a aula “Ciência: uma história de resistência”, com Fátima Évora, livre-docente do Departamento de Filosofia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Transmissão pelo canal da entidade no YouTube.

16h30 – Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos realiza webinar “Qual o valor da ciência para solução das crises da biodiversidade e das mudanças climáticas? Duas faces da mesma moeda?”. O debate contará com a participação de Carlos A. Joly (BPBES & UNICAMP), Cristiana S. Seixas (BPBES & UNICAMP) e Rafael Loyola (BPBES & FBDS) e moderada por Aliny P. F. Pires(BPBES & UERJ) e Paula D. Castro (BPBES & Maritaca Divulgação Científica). Perguntas devem ser enviadas pelo e-mail para: contato@bpbes.net.br. A atividade terá transmissão pelo canal YouTube da BPBES: https://www.youtube.com/channel/UCzy-lIqbnWQWx47Ac_Hlb_g

17h – Abralin realiza o debate “Linguística para a justiça social”, com a participação de Vera Menezes e Ricardo Joseh Lima. A transmissão será por este link.

via Jornal da Ciência

Leia Também