GT 23 lança e-book "Produção de conhecimento em gênero, sexualidade e educação" na próxima quarta (24)

Acontece no próximo dia 24 de novembro (quarta) o lançamento do e-book Produção de conhecimento em gênero, sexualidade e educação: subversões, resistências e reexistências. A publicação do GT 23 (Gênero, Sexualidade e Educação), sob coordenação de Fernando Pocahy (ProPEd-UERJ) e Maria Cláudia Dal'Igna (PPGE-UNISINOS), contou com apoio da ANPEd Nacional para sua viabilização. A atividade online terá transmissão ao vivo através do Youtube (link de acesso), de 17h às 18h30. Na ocasião, as professoras Guacira Lopes Louro (UFRGS) e Cláudia Ribeiro (UFLA) irão trazer recordações-testemunho sobre a ambiência política e cultural e o momento científico-acadêmico e associativo que acompanharam na proposição do GE/GT 23, além dos afetos de andanças que desde então o grupo vem movimentando - a palavra também estará aberta a demais pessoas participantes do projeto e interessadas no debate.

Para saber mais, conversamos com Maria Cláudia Dal'Igna e Fernando Pocahy. Acompanhe a entrevista.  

O que o e-book representa em termos de produção do GT 23? Que debates essa produção suscita?

O livro reúne importantes contribuições de integrantes do GT no curso de sua existência desde sua articulação como Grupo de Estudos à passagem para Grupo de Trabalho em sua consolidação na ANPEd. Os textos da coletânea podem ser lidos como uma cartografia dos movimentos ético-epistemológicos e metodológicos na articulação de estudos e pesquisas sobre gênero e sexualidade na educação. 

Essa produção de conhecimento individual e coletiva é um arquivo vivo da história da afirmação de um campo-tema e do GT que neste ano completa 18 anos de existência. Com isso, destacamos não apenas a memória de um coletivo, mas a agonística de um dos principais temas sociais e indicadores da democracia para o país. Acompanhamos nos textos que compõem o livro a produção de pesquisas engajadas e socialmente referenciadas, destacando-se aqui a força da solidariedade e compromisso ético-político. 

Sabemos bem que gênero e sexualidade, em suas intersecções com outros marcadores, como raça e classe, tornaram-se objeto central das disputas no cotidiano da vida brasileira. Por isso, com grande satisfação que apresentamos esta obra-luta, importante capítulo das tantas e intermináveis disputas pelo direito à cidadania e para a ampliação dos sentidos da democracia e da educação. Em tempos tão árduos, encontramos em uma obra intensa e, ao mesmo tempo, afetuosa, rastros de nossas andanças e encontros e expressão da força e da luta acadêmica e científico-associativa.

Qual a importância da divulgação da produção de conhecimento via e-book gratuito?

Oferecer uma obra livre, publicada com apoio financeiro da ANPEd, amplia ainda mais o escopo de nossas frentes na Associação e no GT. A partilha deste trabalho poderá animar ainda mais nossa potência de agir diante de tantas barbáries e face ao horror pela diferença e pelo devir. O livro é ainda um convite à lembrança de que nossos passos vêm de longe e que abordar temas como gênero e sexualidade em nossos (mais variados) cotidianos é comprometer-se com a ampliação das margens de liberdade e invenção de modos de vida, engendrando jeitos outros de aprender-ensinar-afectar nas tramas da educação. Muito vividamente essa disposição epistemológica diz respeito a compromissos éticos, políticos, pedagógicos e estéticos com a vida, com o direito à educação e à formação, como afirmação da vida democrática e amorosa. Por tudo isso, agradecemos à ANPEd, ao grupo de colegas que participa da publicação, e reforçamos o nosso convite para conhecer o livro. 

Maria Cláudia Dal'Igna (PPGE-Unisinos) e Fernando Pocahy (ProPEd-UERJ) 

Organizador e organizadora 

Membros do Comitê Científico do GT 23

 

 

 

 

Leia Também