SBPC realiza nesta sexta (3) cerimônia de entrega do 3º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

Evento virtual será transmitido pelo canal da SBPC no YouTube, às 10h30, no Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro. Nesta edição serão premiadas Mulheres cientistas

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) realiza nesta sexta-feira, 11 de fevereiro, a cerimônia virtual de entrega do 3º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”, que nesta edição contempla a categoria Mulheres cientistas. A cerimônia virtual será aberta, com transmissão pelo canal da SBPC no YouTube a partir das 10h30, no Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência.

Nesta edição, a SBPC irá oferecer a cada vencedora um troféu e um prêmio de R$ 10 mil, além de passagem aérea e hospedagem para que elas participem de um painel durante a 74ª Reunião Anual da SBPC, que este ano será realizada na Universidade de Brasília (UnB).

O evento contará com a participação das agraciadas desta edição: Nilma Lino Gomes, professora titular emérita da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), vencedora na área de Humanidades; Gulnar Azevedo e Silva, professora titular do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), na área de Biológicas e Saúde; e Beatriz Leonor Silveira Barbuy, professora titular do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), na área de Engenharias, Exatas e Ciências da Terra.

 

Participarão também da cerimônia de entrega o presidente da SBPC, Renato Janine Ribeiro, representantes da farmacêutica Allergan Aesthetics, uma empresa AbbVie, e da Oxiteno, que patrocinam o evento, e as integrantes da comissão julgadora, que vão falar sobre o processo de escolha das vencedoras e a importância desta iniciativa. São elas: Fernanda Sobral e Miriam Grossi, respectivamente, vice-presidente e diretora da SBPC; Vanderlan da Silva Bolzani, presidente da Academia de Ciências do Estado de SP e conselheira da SBPC; Lucile Maria Floeter Winter, presidente da Sociedade Brasileira de Protozoologia; Valderez Pinto Ferreira, presidente da Sociedade Brasileira de Geoquímica; e Debora Foguel, professora titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro e membro do Conselho da SBPC.

Segundo Janine Ribeiro, a entidade vai oferecer parte da premiação em dinheiro graças ao patrocínio recebido nesta edição. “Nós consideramos que é muito importante este envolvimento do setor empresarial, principalmente no prestígio à ciência. Espero que este prêmio – que leva o nome da nossa saudosa Carolina Bori, que foi uma cientista destacada e batalhadora em prol da ciência – seja um incentivo para que outras mulheres sejam reconhecidas e que mais meninas ingressem nesse mundo”.

O presidente da SBPC também ressalta que o Prêmio Carolina Bori é o reconhecimento do trabalho de mulheres cientistas, já que a participação delas tem crescido ao longo dos séculos 20 e 21. “Um exemplo disso é o reconhecimento de Marie Curie, que junto com seu marido compõe o nome de uma rua em Paris, o que considero simbólico como inclusão das mulheres na ciência. E, a cada dia temos mais cientistas importantes, tanto que em breve iremos comemorar o centenário do nascimento de duas grandes pesquisadoras brasileiras: Joanna Döbereiner e Berta G. Ribeiro”, afirma.

A vice-presidente da SBPC, Fernanda Sobral, também reforça a importância da parceria e patrocínio de empresas, principalmente as que têm responsabilidade social, critério relevante para a SBPC, que mostra o quanto é importante chamar a atenção para a ciência e para o papel das mulheres na construção do conhecimento científico. Destaca também que “a pandemia revelou ainda mais a importância da ciência e das cientistas, pois muitas delas participaram ativamente tanto no Brasil como no exterior, seja no sequenciamento genético do vírus, seja em outros aspectos biológicos e medicinais, além da análise dos impactos sociais e econômicos. Também tem tido relevância na divulgação da ciência”, afirma. “Acho que a nossa querida Carolina Bori deve estar muito feliz com nossas mulheres cientistas”, complementa.

Nesta edição, a SBPC recebeu indicações de 35 Sociedades Afiliadas à SBPC. Do total de indicadas, 11 foram na área de Humanidades, 11 na área de Biológicas e Saúde e 13 de Engenharias, Exatas e Ciência da Terra. Das 35 Sociedades Afiliadas que indicaram, 16 contam com presidentes mulheres.

A cerimônia de premiação ocorre anualmente, alternando duas categorias – “Mulheres Cientistas” e “Meninas na Ciência”. Esta terceira edição premia “Mulheres cientistas”, categoria dedicada às pesquisadoras de instituições nacionais que tenham prestado relevantes contribuições à ciência e à gestão científica, além de terem realizado ações em prol da ciência e da tecnologia nacional.

Homenagem às cientistas brasileiras

Criado em 2019, o Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” é uma homenagem da SBPC às cientistas brasileiras destacadas e às futuras cientistas brasileiras de notório talento, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori. A SBPC — que já teve três mulheres presidentes e hoje conta com uma maioria feminina em sua diretoria — criou essa premiação por acreditar que homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas e mulheres a se interessarem por este universo é uma ação marcante de sua trajetória histórica, em que tantas mulheres foram protagonistas do trabalho e de anos de lutas e sucesso na maior sociedade científica do País e da América do Sul.

Serviço:

Cerimônia virtual de entrega do 3º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

Data: 11 de fevereiro de 2022, às 10h30

Local: Canal da SBPC no YouTube

 

Leia Também